parallax background
 
A osteopatia é um tratamento que surgiu nos EUA, criado pelo Dr. Andrew Taylor Still (1828-1917), que apresentou os princípios desta terapia natural.

A validade da osteopatia é tão concreta que é recomendada e incentivada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como prática de saúde. De acordo com Andrew Still, o corpo humano é um sistema capaz de se auto-regenerar, sendo o dever do osteopata eliminar os fatores que o impedem de funcionar de forma saudável.

A osteopatia pode ser aplicada a todos, desde do recém-nascido até ao idoso, passando pelas grávidas e pelos atletas.
Algumas patologias indicadas para tratamento osteopático são: cervicalgias crónicas, torcicolos, cefaleias (dores de cabeça) crónicas, nevralgia cérvico-braquial, dores crónicas de ombro, cotovelo e punho, dores de coluna, epicondilite lateral (cotovelo de tenista), outras tendinites.

O osteopata utiliza as mãos como instrumento, recorrendo a variadas técnicas:
  • Técnicas estruturais, que visam reajustar uma articulação,
  • Técnicas musculares, que visam o tratamento de músculos e tendões
  • Técnicas cranianas, que permitem tratar a totalidade do corpo partindo do crânio
  • Técnicas viscerais que tratam dos órgãos internos e das relações entre eles
  • Técnicas linfáticas e imunitárias, que visam o sistema linfático e o sistema imunitário
  • Técnicas fasciais que trabalham os tecidos fasciais do corpo humano.