Apoio a Crianças e Jovens com Necessidades Educativas Especiais
parallax background

O que são Necessidades Educativas especiais?

Há uma necessidade educativa especial (NEE) quando um problema (sensorial, físico, intelectual, emocional, social ou qualquer uma das combinações destas problemáticas) afeta a aprendizagem ao ponto de serem necessárias condições de aprendizagem especialmente adaptadas para que o aluno possa receber uma educação apropriada. Tal necessidade pode classificar-se de ligeira a severa e pode ser permanente ou manifestar-se durante uma fase de desenvolvimento do aluno.

O que é e a quem se destina o Subsídio de Educação Especial?

O subsídio de educação especial é uma comparticipação monetária da Segurança Social que se destina a crianças e jovens com idades até aos 24 anos que apresentem uma redução permanente da capacidade física, motora, orgânica, sensorial ou intelectual e que necessitam de beneficiar de sessões de apoio individual por técnico especializado.

Que dificuldades/diagnósticos podem beneficiar deste subsídio?

  • de carácter físico: paralisia cerebral, espinha bífida, distrofia muscular...
  • de carácter sensorial: deficiência visual, deficiência auditiva, disfunção visual, disfunção auditiva, cegos-surdos...
  • de carácter intelectual: défice cognitivo, trissomia 21, X-frágil...
  • de carácter desenvolvimental: autismo
  • Perturbação de Hiperatividade e Défice de Atenção
  • Dificuldades Específicas de Aprendizagem (dislexia, discalculia, disortografia)
  • Perturbações da Linguagem
  • Perturbações Fonético-Fonológicas

Especialidades comparticipadas com este subsídio

A equipa multidisciplinar da PSITORRES está preparada para diagnosticar e acompanhar crianças e jovens com necessidades de apoio especializado nas áreas da Psicologia, Terapia da Fala e Terapia Ocupacional.

Encontramo-nos ao dispor das famílias para darmos todo o apoio na formalização do pedido de atribuição do subsídio de educação especial e no respetivo processo administrativo. A atribuição deste subsídio (total ou parcial) está sujeita a validação do processo por parte da Segurança Social, não tendo a equipa da Psitorres qualquer tipo de responsabilidade pelo mesmo. As terapias poderão ser comparticipadas até à totalidade pela Segurança Social ou caso tal não aconteça, fica ao encargo das famílias o pagamento do valor remanescente.

Se é professor, educador de infância ou encarregado de educação, contacte-nos para obter mais informações!